Menu
Resumo da Cadeira
Curso Reabilitação
Estado Candidaturas abertas
Regime Pós-laboral
Ano 1º Ano
Semestre
ECTS 4,5
Partilhar curso
   

Objetivos de aprendizagem/ Competências

  • Identificar as necessidades dos indivíduos/famílias portadores de deficiência/incapacidade relacionada com a função neurossensorial de origem traumática e não traumática;
  • Planear, implementar e avaliar programas de intervenção de forma a minimizar sequelas a indivíduos/famílias portadores de deficiência/incapacidade relacionada com a função neurossensorial de origem traumática e não traumática;
  • Identificar planear e implementar planos de reeducação vesical e intestinal;
  • Desenvolver estratégias que permitam a reinserção social e familiar do indivíduo com alterações da função neurossensorial;
  • Integrar, mobilizar saberes que possibilitem uma intervenção global e pluridisciplinar nos processos de saúde/doença decorrentes de deficiência motora;
  • Planear, executar e avaliar cuidados de enfermagem de reabilitação ao individuo/família com afeções reumatológicas, com vista à diminuição da dor, incapacidade, perspetivando a sua independência e a máxima qualidade de vida;
  • Desenvolver competências de reabilitação ao individuo/família com lesão vertebro-medular, na fase aguda e de reeducação funcional;
  • Saber planear executar e avaliar cuidados de enfermagem de reabilitação no pré, peri e pós operatório, assim como durante e após qualquer tratamento conservador.

Conteúdos programáticos

Avaliação e tratamento das patologias: neurosensoriais, musculo-esqueléticas, orto-traumatológicas, reumatológicas.

Disfunção motora em situações específicas: défice no sistema nervoso central.

Problemas clínicos com disfunção de movimento: artrite reumatoide, amputação, acidente vascular cerebral (AVC), esclerose múltipla (EM), doença de Parkinson, traumatismo cranioencefálico (TCE), lesões vertebromedular (TVM) e síndrome de Guillain-Barré.

Intervenções de enfermagem de reabilitação: Diagnóstico diferencial; exame e avaliação das incapacidades e deficiências; aspetos psicossociais de adaptação e ajuste durante as fases de incapacidade neurológica ou motora.

Enfermagem de reabilitação: na integridade da pele; nas funções sensoriais; na ingestão e deglutição; na função cardíaca; na regulação e eliminação vesical; na regulação e eliminação intestinal; posicionamento terapêutico; avaliação da força muscular; nos exercícios terapêuticos; exercícios de mobilização; tipos de exercícios; avaliação e reabilitação propriocetiva; treino de resistência

Metodologias/
Avaliação

Avaliação contínua composta por 2 momentos: Prova prática de demonstração de técnicas diversas e apresentação do respetivo caso clínico 50% e prova escrita de conhecimentos teóricos 50%.

Regente da Unidade Curricular

Regente: Bruno Delgado

Assistente: Isabel Oliveira; Cláudia Sousa, Neusa Sá, Salomé Sobral

Partilhar curso